Como Usar a Biomassa de Banana Verde Para Emagrecer

Deixe as suas refeições deliciosas, leves e magras usando a biomassa e a farinha de Banana Verde, Caso consumir a banana ainda verde seja difícil pelo gostinho que “amarra” a boca, saiba que é possível aproveitar todos os benefícios deste alimento funcional em forma de pasta ou como farinha. Ambas as opções mantêm as propriedades nutricionais da fruta in natura, mas com a vantagem de ter um sabor neutro, podendo ser adicionadas a diversas receitas sem alterar o gosto e ainda promovendo mais cremosidade, como no caso de pães e bolos. Veja como aprontar as variações desse poderoso alimento

Faça as pazes com a balança: Muito mais saudável que a sua versão madura, a Banana, quando consumida verdinha, conta pontos a favor do emagrecimento também! Isso porque, o amido resistente (AR), presente em maior quantidade neste estágio da fruta, atua no organismo como uma fibra alimentar, garantindo saciedade prolongada e regulando o intestino, além de trazer bem-estar (devido à quantidade de triptofano, que produz serotonina). Mas o melhor é que ela oferece todos os benefícios da fruta madura, porém, com menos calorias.  Além disso, ABanana Verde possui no máximo 2% de açúcares e grande quantidade de amido, que no processo de amadurecimento se transforma quase todo em açúcares (sacarose, glicose e frutose). Se quer dar uma turbinada na dieta, invista nesse alimento

Preparando a farinha da Banana Verde: Uma boa opção para o uso da farinha de Banana Verde é na substituição da farinha de trigo comum. Além de garantir mais nutrientes à receita, ela contribui com a perda de peso. Nas receitas culinárias, indica substituir a farinha de trigo por metade da quantidade de farinha de Banana Verde.

Caso prefira consumi-la polvilhada sobre a comida ou misturada a líquidos diversos (inclusive em água), a profissional recomenda ingerir 1 colher (sobremesa) da farinha ao dia e, aos poucos, ir aumentando até chegar a 2 colheres (sopa). Mas não se esqueça de ingerir muita água, de 4 a 6 copos por dia, para evitar constipação intestinal (intestino preso).

Farinha de Polpa: Leve as bananas verdes com casca. Coloque as bananas em uma panela com água fervente e deixe cozinhar por 2 minutos. Retire da água, descasque com cuidado para não se queimar e corte a polpa em tiras. Coloque em uma fôrma antiaderente e leve para assar até secar e ficar quebradiça, esfarelando na mão, sem queimar. Depois, bata no liquidificador e passe pela peneira fina. Guarde e consuma por até 1 semana.

Farinha de polpa e Casca: Coloque 12 bananas verdes com casca de molho por 10 minutos em 1 litro de água com 1 colher (sopa) de água sanitária. Em seguida, lave a fruta em água corrente, deixe secar e corte em rodelas. Distribua as bananas em uma fôrma e leve ao forno até secarem. Depois, bata no liquidificador até obter uma farinha.

Preparando a biomassa de Banana Verde: É possível preparar diferentes tipos de biomassa da banana verde: apenas com a polpa, a biomassa da Fibra (em que se utiliza apenas a casca) e a integral, em que se utiliza a polpa e a casca. Além disso, Essas três biomassas brutas podem ser transformadas em biomassas especiais com acréscimo de leite ou de água.

Biomassa de Polpa: Leve as bananas verdes com casca uma a uma, utilizando esponja com água e sabão e enxágue bem, ainda com a casca, coloque-as numa panela de pressão com água fervente até cobri-las, para criar choque térmico, e cozinhe por 20 minutos. Desligue o fogo após os primeiros 8 minutos e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas “espere o vapor escapar naturalmente. Não force o processo abrindo a panela debaixo da água da torneira, por exemplo”. Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela. Vá aos poucos tirando a casca da polpa, que deve ser passada imediatamente no liquidificador ou processador até obter uma pasta bem espessa.  Além disso, É importante que a polpa esteja bem quente, para não esfarinhar. O produto que sai do liquidificador é a biomassa bruta da polpa.

Biomassa de fibra (usando a casca): Depois de preparada a biomassa de polpa, corte as extremidades das cascas de banana que sobraram e coloque-as em uma solução previamente preparada de 1 litro de água com suco de 2 limões grandes. As cascas deverão permanecer nessa solução por um período mínimo de 30 a 40 minutos. Depois poderão passar pelo processador elétrico. O produto resultante é a biomassa de fibra. Além disso, Se desejar que ela fique mais encorpada, leve o conteúdo do processo ao fogo até engrossar ao ponto desejado.

Biomassa integral (usando polpa e casca): Coloque a casca de banana verde em uma vasilha com água com Limão para tirar o residual da fervura. “Não use vinagre, pois escurece a casca”. Coloque a quantidade desejada de biomassa de polpa ainda quentíssima no liquidificador ou processador. Pelo orifício da tampa, vá jogando as cascas de banana verde previamente picadas e tratadas na solução de limão. Bata bem até obter uma pasta espessa, homogênea e esverdeada. “Se estiver mole, pode voltar com ela ao fogo para engrossar ao ponto desejado”.

Pode congelar: Com a biomassa pronta, se não for utilizar imediatamente, guarde-a em saco plástico. “Ela dura de 3 a 4 meses no congelador, mas será preciso realizar um reprocessamento”, acrescenta Eliane Petean Arena. Conserve na geladeira por até uma semana.

“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” (‭‭João ‭8:32)

FILIAL

Avenida A, sem número, esquina com a Rua A/D

Pavilhão A - Box 20 / Bairro Distrito Industria

Cuiabá-MT

MATRIZ

Rua Emanoel João de Arruda, nº 20

Bairro Fugueirinha

Várzea Grande-MT

CONTATOS

E-mail: atendimento@bananaspiupiu.com.br

Telefones: (65) 3684-0111 (65) 9802-9070  (65) 9802-8951